sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O Cético e o Lúcido

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro, um cético de "carteirinha", pergunta ao outro:- Você acredita na vida após o nascimento?
- Certamente.  Tem de haver algo após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

- Bobagem, não há vida após o nascimento, isso é credo de tolos . Como verdadeiramente seria essa vida?

- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a nossa boca.

- Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento  está excluída – o cordão umbilical é muito curto, o que torna essa possibilidade totalmente impossivel !!

- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

- Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento pra nos contar. O parto apenas encerra a vida e finito !!
- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.
- Mamãe? Você acredita em mamãe???? E onde ela supostamente está?
- Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.
- Que balela! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.Somos fruto de um acaso... uma evolução. Ponto!
- Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode  senti -la, a energia que nos envolve... como ela afaga nosso mundo.  Eu penso que só então a vida real nos espera após o nosso nascimento e agora apenas estamos nos preparando, evoluindo e amadurecendo para ela…

2 comentários:

celene resende disse...

Muito bom este artigo... talvés foi a melhor comparação que eu vi ate hj.

Elaine disse...

Mto bom esse texto... Uma anologia perfeita com nossas vidas...
Primeira vez q visito seu blog, mto legal! Parabens!
eu comecei a escrever agora, sempre escrevi mas soh agora tomei coragem de dividir...
adoraria sua visita www.elainemartini.blogspot.com